O Guaycuru e a divulgaçao de ideais federalistas e republicanos na Bahia (1830-1843)

Apresentamos hoje um artigo recente de um investigador do Brasil. Esperamos que a linha de estudo seja muito proveitosa e que as pontes entre nossas historiografias sejam intensificadas. O artigo foi publicado en: Revista Historiador Número 10. Ano 10. Março de 2018.

O Guaycuru e a divulgaçao de ideais federalistas e republicanos na Baia do principio do segundo reinado” por Matheus Brum Domingues Dettmann (Acadêmico do curso de História da UFF, orientado como pesquisador voluntário pela Prof. Dr. Silvia Carla Pereira de Brito Fonseca)

Resumo: Com o fim da Sabinada, o período que se segue na história baiana é marcado por uma intensa repressão a esta imprensa rebelde, que graças a esta perseguição se desorganiza e perde seu papel de destaque na divulgação de ideais políticos. De fato, a imprensa republicana e federalista somente voltara a ter um meio de divulgação de seus ideais com o surgimento do periódico Guaycuru em 1843. Desta forma o Guaycuru se colocara como o grande propagandista destes ideais na Bahia pós-sabinada. Contudo, qual era a visão que estes homens tinham destes ideais que eles defendiam tão apaixonadamente, ou seja, como os redatores do Guaycuru enxergavam os conceitos de republicanismo e federalismo? Que tipo de pensadores influenciavam as suas concepções políticas? E finalmente, como a defesa de tais ideais dentro da Bahia pode ser entendida no contexto políticos brasileiro? Estas são questões que somente podem ser respondidas através de uma leitura crítica das páginas impressas do Guaycuru. Através desta analise, o presente trabalho visa compreender melhor os valores que motivavam a ação política, por meio da imprensa, destes homens.
Palavras-chave: Republicanismo; Federalismo; Bahia; Imprensa

Acceso ao texto integral em:
http://www.historialivre.com/revistahistoriador/dez/12matheus.pdf

Anuncios